​Comentário: Conspiração estadunidense sobre Hong Kong é destinada ao fracasso

0
12

O parlamento estadunidense aprovou recentemente o projeto de lei sobre direitos humanos e democracia de Hong Kong, ignorando a firme oposição da China. O ato norte-americano prejudicou a prosperidade e a estabilidade de Hong Kong, assim como os próprios interesses dos EUA e da comunidade internacional. Perante a firme determinação do governo e povo chinês de defender a soberania, a segurança e o interesse de desenvolvimento, a conspiração estadunidense de tumultuar Hong Kong e reprimir a China é destinada ao fracasso.

Desde o início do tumulto, alguns políticos dos EUA têm apoiado os criminosos violentos e radicais, causando o aumento das violências na região e sacrificando o desenvolvimento econômico de Hong Kong e o bem-estar da população.

Por um longo período, os EUA possuem um grande interesse econômico em Hong Kong, pois é um dos seis principais destinos do investimento dos EUA e onde Washington obtém maior superávit comercial. Atualmente, mais de 1,3 mil empresas norte-americanas estão funcionando em Hong Kong. O tumulto da região prejudica inevitavelmente os interesses das empresas norte-americanas na região. Além disso, alguns políticos dos EUA incitaram atos violentos em Hong Kong, o que prejudica a confiança dos investidores internacionais e é firmemente condenado pela comunidade internacional.

Desde a posse do governo norte-americano, alguns políticos persistem em manter uma mentalidade de guerra fria e lógica de hegemonia, a fim de reprimir a China. Entretanto, os EUA subestimaram a firme determinação do povo chinês de defender a prosperidade e a estabilidade de Hong Kong, assim como sua capacidade e medida de defender a soberania, a segurança e o interesse de desenvolvimento. A China já reagiu ao ato norte-americano e continuará tomando mais medidas necessárias.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Erasto Santo Cruz

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor digite o seu nome