​Comentário: Globalização é solução chinesa para mundo

0
375

A conferência anual do Fórum Econômico Mundial 2020 será realizada na próxima semana em Davos, na Suíça. O tema da conferência deste ano é “Concentrar a força global para o desenvolvimento sustentável”.

O mundo tem pela frente muitas incertezas. Perante essa circunstância, qual é o destino da globalização? O presidente chinês, Xi Jinping, forneceu a solução da China três anos atrás, indicando a globalização econômica como demanda objetiva do desenvolvimento da produtividade social e resultado inevitável do progresso científico e tecnológico.

Baseada nesta ideia, a China continua sua política de abertura, compartilha oportunidades e benefícios que surgiram na abertura para obter benefício recíproco e ganha ganha. O governo chinês é um firme defensor da globalização. Em 2018, a China contribuiu 27,5% do crescimento econômico mundial, tornando-se o maior motor para o crescimento mundial em anos consecutivos.

Atualmente o maior problema para a economia mundial é falta de um motor de crescimento. Perante mais uma rodada da revolução científica, a inovação e a reforma são soluções para quebrar o gargalo do desenvolvimento econômico. Além disso, a reforma do sistema de governança econômica global se tornou cada vez mais urgente.

Como mencionou o presidente chinês, deve-se persistir no multilateralismo e defender sua autoridade e sua eficácia, e todas as partes devem tratar a reforma do sistema multilateral deste ponto de vista. A ideia de consulta e construção conjunta e compartilhamento de frutos, apresentada pela China, é uma solução para o “déficit de governança”. A iniciativa chinesa Cinturão e Rota continua a fornecer mais oportunidades à comunidade internacional.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Diego Goularte

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor digite o seu nome