Apresentadora de Taiwan refuta palavras infundadas sobre China do vice-presidente dos EUA

0
48

Apresentadora de Taiwan refuta palavras infundadas sobre China do vice-presidente dos EUA

Apresentadora de Taiwan refuta palavras infundadas sobre China do vice-presidente dos EUA

O jornal taiwanês Diário da China publicou hoje (7) um artigo da apresentadora Huang Zhixian, refutando as palavras infundadas sobre a China do vice-presidente norte-americano, Mike Pence, proferidas na véspera da eleição de meio de mandato dos EUA.

No texto, Huang Zhixian lembrou que, na história quando teve a cooperação China-EUA, o cenário sempre foi favorável à paz da humanidade, especialmente em benefício aos EUA. Entretanto, quando a China foi invadida por outras potências do mundo, não faltaram norte-americanos.

Durante a Segunda Guerra Mundial, os EUA não apoiaram a China até o ataque furtivo contra o Porto das Pérolas, iniciado pelos japoneses. Desde então, os EUA declararam guerra contra o Japão. Mas a China ainda não recebeu assistências razoáveis pelos EUA.

No Tratado de Yalta, assinado em 1945, os EUA venderam os interesses da China, entregando o direito de administração sobre as ilhas Diaoyu ao Japão.

Na história, a China sofreu invasões, guerras civis e diversos erros. Até hoje, a China ainda não foi unificada. Mas a reforma e a abertura beneficiaram 1,4 bilhão de chineses, o que é a primeira vez na história da Humanidade, situação que nós altamente valorizamos.

Apresentadora de Taiwan refuta palavras infundadas sobre China do vice-presidente dos EUA

Apresentadora de Taiwan refuta palavras infundadas sobre China do vice-presidente dos EUA

A prosperidade da China hoje em dia não é por causa da invasão ou colonização, mas é fruto da inteligência, sacrifício e diligência do povo chinês.

Reconhecemos a grande diferença com os EUA em diversas áreas. Nós chineses vamos envidar ainda mais esforços para que o povo seja feliz e a civilização seja próspera.

Os EUA, pela aspiração da hegemonia mundial, estão reprimindo o desenvolvimento da China em todos os aspetos. Mas o ato norte-americano não é sensato, nem terá resultado.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Diego Goularte

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor digite o seu nome