Brasil é de onde China mais importa serviços na América Latina

0
617

Shanghai, 7 nov (Xinhua) — O Brasil é, na América Latina, a maior fonte de importação de serviços para a China, com um valor de US$ 5,49 bilhões em 2017, informou nesta terça-feira pelo Ministério do Comércio chinês.

Inédito, o Relatório sobre Importação de Serviços da China 2018 foi publicado durante a primeira Exposição Internacional de Importação da China.

Em 2017, a China importou US$ 5,49 bilhões em serviços do Brasil, o que representa 59,6% de crescimento anual e 32,4% do total importado pelo país asiático entre os membros do BRICS.

Os serviços de transporte atingiram uma importação de US$ 5,08 bilhões, alta anual de 65%. Os de manutenção e reparo, construção, serviços financeiros, assim como os pessoais, culturais e recreativos, saltaram 224,1%, 84,5%, 82,2% e 39,3%, respectivamente.

Em agosto de 2017, durante a 7ª reunião dos ministros do Comércio do BRICS, a China e o Brasil assinaram um memorando de entendimento sobre cooperação em comércio de serviços, para impulsionar a cooperação bilateral em setores como construção, tecnologia da informação, comércio eletrônico, turismo e medicina tradicional chinesa.

Isso serviu como exemplo da cooperação entre China e outros países do BRICS. Os laços China-Brasil se tornaram uma das relações bilaterais mais vigorosas com as conotações mais ricas do mundo.

A primeira Exposição Internacional de Importação da China foi aberta na segunda-feira e vai até sábado, com a participação de 87 empresas brasileiras de diversos setores, como alimentos e bebidas, comércio e serviços, acessórios e bens de consumo e equipamentos médicos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor digite o seu nome